Nova espécie de tardígrado é encontrada em estacionamento no Japão

0

O tardígrado, também conhecido como urso d’água, é um animal extremamente interessante, principalmente por suas habilidades de sobrevivência. Uma nova espécie deles foi descoberta no Japão, em um estacionamento.

A descoberta da espécie foi feita pelo pesquisador Kazuharu Arakawa em um pedaço de musgo no estacionamento do prédio onde vive em Tsuruoka. “A maioria das espécies de tardígrados é descrita em musgo ou líquen. Portanto, qualquer amontoado de musgo parece interessante para pessoas que trabalham com tardígrados. Foi surpreendente encontrar uma nova espécie em volta do meu apartamento!”, contou.

Em laboratório, Arakawa mapeou os genes do animal e descobriu se tratar de uma espécie até então desconhecida. O tardígrado japonês se alimenta de algas, ao contrário da maioria das outras 167 espécies, que são carnívoras e se alimentam de animais ainda menores do que eles.

No entanto, a característica mais interessante da nova espécie são os ovos. Eles são como ovos normais, mas possuem na extremidade uma estrutura côncava rodeada de fibras minúsculas semelhantes a pequenos fios de macarrão. Os cientistas acreditam que a estrutura exista para facilitar a aderência dos ovos na superfície onde são botados.

Os cientistas da Universidade Keio esperam agora descobrir mais sobre os ursos d’água, como seus hábitos de comportamento e reprodução. É a primeira descoberta de uma espécie desses animais no extremo oriente.

Pequeno, mas valente

O tardígrado é um animal de tamanho microscópico, chegando no máximo a meio milímetro de comprimento. São geralmente encontrados em musgo ou líquen e estão presentes em praticamente todos os ecossistemas do mundo.

Apesar do tamanho, não se trata de uma criatura frágil. Os tardígrados são conhecidos por sobreviverem a condições extremas incluindo temperaturas tão frias quanto 200 graus negativos e tão quentes quanto 150 graus.

Eles também conseguem suportar pressões extremamente altas ou baixas, além de conseguirem sobreviver no vácuo do espaço, sem nenhum oxigênio e sujeitos à radiação.



Deixe um Comentário

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com