O que é água crua e por que as pessoas estão pagando tão caro por ela?

0

A mais nova tendência dos naturalistas ricos da região do Vale do Silício, na Califórnia, Estados Unidos, é a chamada água crua. Vendida a um preço nada barato, a água não possui nenhum tratamento e especialistas alertam para o risco de doenças.

Comercializada por uma empresa chamada LiveWater, a água crua é vendida em embalagens de vidro em forma de esfera chamadas de orbes. Cada orbe custa cerca de 60 dólares, mas o preço alto não desanima os simpatizantes da água crua.

Ela é chamada dessa forma por se tratar de uma água mineral que não passa por nenhum tipo de tratamento ou filtragem. Na verdade, em um mês, a água crua adquire uma coloração esverdeada devido a todos os micro-organismos que ela contém. Alguns são inofensivos, é verdade, mas nem todos.

O Business Insider conversou com um especialista em tratamento de água e ele, obviamente, se mostrou contrário à nova moda naturalista. “Todo mundo acha tudo ótimo até que uma menininha californiana de 10 anos morra de cólera”, disse o especialista Bill Marler.

O movimento dos simpatizantes da água crua, intitulado “consciência da água”, é formado por pessoas que não confiam mais no tratamento comum de água. O principal alvo de crítica dos naturalistas é o tratamento com flúor que a água comum recebe. Alguns afirmam que o tratamento serviria, entre outras coisas, para controle mental da população. A própria Live Water se baseia em teorias conspiratórias.

Veja também:   Pacote de batata chips de 26 anos é vendido por 350 reais

LiveWater e Mukande Singh

A LiveWater é a empresa que comercializa o produto. Foi fundada por um americano chamado Christopher Sanborn, que atualmente vive como uma espécie de guru e utiliza o nome de Mukande Singh.

A empresa justifica o consumo da água crua baseada em várias informações que eles próprios afirmam não serem confirmadas pela ciência. Em entrevista ao The New York Times, Singh afirma que os micro-organismos presentes em sua água são probióticos, similares aos lactobacilos do Yakult. Porém, especialistas afirmam que água não tratada pode conter bactérias como E. coli e doenças como hepatite A e até mesmo cólera.

As justificativas de Singh e da LiveWater incluem teorias conspiratórias que dizem que o governo pretende envenenar a população através da água, principalmente pelo flúor. Ele também defende que o tratamento comum “mata” a água, que deveria ser bebida de forma totalmente natural, como é encontrada na natureza.



Deixe um Comentário

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com