EUA deixou ataques de 11 de setembro acontecerem, diz ex-agente do governo

3

Os ataques de 11 de setembro de 2001 chocaram o mundo. Na história pós-Segunda Guerra Mundial, marcada por combates civis e uma guerra fria entre Estados Unidos e Rússia, jamais um atentado ousou desafiar tanto a terra do Tio Sam.

Naquele dia, de acordo com as informações divulgadas, 19 terroristas sequestraram quatro aviões comerciais, com passageiros. Duas aeronaves colidiram intencionalmente contra as Torres Gêmeas, uma atingiu o Pentágono, sede do Departamento de Defesa dos Estados Unidos, e outra caiu em um campo aberto após passageiros tomarem o controle.

No entanto, segundo Kurt Sonnerfeld, ex-agente da Federal Emergency Management Agency (FEMA), dos Estados Unidos, a história aconteceu de forma diferente. Em entrevista ao jornal The Sun, Sonnerfeld diz ter provas de que os ataques de 11 de setembro foram planejados pelos Estados Unidos.

Kurt Sonnerfeld teve acesso irrestrito ao Ground Zero, ponto sobre a superfície onde estavam as Torres Gêmeas, e conseguiu filmar tudo o que viu pela frente. De acordo com o agente, havia um cofre vazio logo abaixo do World Trade Center 6. Segundo ele, o conteúdo que estava no utensílio havia sido retirado antes do atentado. Ou seja: para ele, algumas pessoas foram avisadas do que aconteceria. (Veja também: Top 5 mitos do 11 de Setembro desvendados e respondidos)

Para Kurt Sonnerfeld, os Estados Unidos sabiam que os ataques de 11 de setembro aconteceriam. Não só isso: segundo o ex-agente, as agências de inteligência deixaram que o atentado ocorresse e ainda colaboraram.

  Bateria de celular Samsung faz carro explodir nos Estados Unidos

Prédio de aço

Porém, o fato mais misterioso com relação ao 11 de setembro para Kurt Sonnerfeld é que o World Trade Center 7, construído com aço, desmoronou sozinho cerca de nove horas após os ataques. O prédio, porém, não foi atingido por nenhuma aeronave. (Veja também: 10 celebridades que estiveram face a face com a morte)

O ex-agente afirma que essa é mais uma prova de que o 11 de setembro foi um trabalho feito internamente pelos Estados Unidos. Sonnerfeld crê que o World Trade Center 7 foi destruído com uma implosão determinada pelo governo americano.

Fugitivo?

Kurt Sonnerfeld optou por se mudar dos Estados Unidos após ter feito as descobertas. Ele diz ter tudo documentado, mas não expõe os arquivos por medo de ser encontrado.

O ex-agente diz que começou a ter inúmeros problemas após ter revelado suas descobertas para o mundo. Ele diz ter sido preso, acusado de matar sua esposa com um tiro na cabeça. (Veja também: Filho de Osama bin Laden promete vingar morte de pai)

As acusações foram retiradas, mas Kurt Sonnerfeld se intimidou e agora vive na Argentina, onde se casou com outra mulher e teve duas filhas.



Discussão3 Comentários

  1. Olha, os Estados Unidos não são santos, mas convenhamos né… Por que o cara não vai na FOX, CNN, ou coloca no YouTube? Sem contar que a queda de duas torres gigantes pra dedéu deve ter abalado muita estrutura naquela região.

    • Muito simples.
      Se quase 90% da mídia internacional é propriedade de 3 grupos empresariais… você realmente acha que iam deixar o cara falar mal do país e das agências de segurança?
      A pergunta é, como não pode ser verdade o que ele falou?
      Só não acredita quem não quer. Pq os fatos são mto claros.
      Pesquise a lei militar aérea dos EUA e veja se um avião pode se desviar do trajeto sem sofrer consequências mortais.
      Pesquise sobre arquitetura e veja se prédios feitos de aço podem ser derrubados completamente por 1 avião.
      É muita mentira descoberta pra poucos fatos.
      Mas, é a melhor desculpa que tiveram para atacar a vontade o meio oriente.

  2. Teorias da conspiração…. se ele realmente quisesse falar algo compartilharia pela deep web não é. E ele jamais diria que esta na Argentina. Não é mt confiável.

Deixe um Comentário

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com