10 tecnologias de ficção científica que já existem e que são incríveis

0

Da exploração espacial até o surgimento do Smartphone, nunca houve uma tecnologia sequer que não tenha sido influenciada pela imaginação que a precedeu. A ficção científica demanda criatividade e nos força a sonhar e criar o inimaginável. Mesmo quando novas invenções parecem excêntricas ou impensáveis, elas podem nos surpreender de maneiras que nunca havíamos pensado antes, tais como…

“Qualquer tecnologia suficientemente avançada é indistinguível de magia” – Arthur C. Clarke

10. O Cheiroscópio da Vida Real

(Foto de Hyoung Chang/The Denver Post)
(Foto de Hyoung Chang/The Denver Post)

Se você é fã do desenho Futurama, já deve ter visto o cheiroscópio inventado pelo Professor Farnswoth, trata-se de um telescópio sensível para odores com alcance a todo universo. Inicialmente era apenas uma brincadeira para um programa de TV, mas graças ao Departamento de Denver de Saúde Ambiental, se tornou realidade. Chamado de “Nasal Ranger”, o aparelho opera exatamente como o da ficção mas é usado apenas para detectar o cheiro de maconha e de outras substâncias ilegais que estejam nas redondezas.

O policial Ben Siller usa o cheiroscópio para detectar odores que estejam ao alcance, que sejam ilegais e sujeitos a multa de até 2 mil dólares. A máquina filtra os gradientes de diferentes odores, determinando quais estão dentro da intensidade especificada e quais não estão, fornecendo a localização facilmente de onde está a maconha dentro do raio de cobertura. O instrumento já foi destaque em um episodio do History Channel.

9. Tênis com Cadarços que “Amarram” Sozinhos do Filme “De Volta Para o Futuro 2”

tenis cadarco amarra sozinho
Você já quis um tênis em que o cadarço é automaticamente amarrado? A resposta é sim para os que tiveram infância, principalmente depois do mágico filme sobre viagem no tempo “De Volta para o Futuro 2”. Na época, a tecnologia parecia muito distante, e mesmo que hoje ainda pareça, não precisamos esperar mais. A designer Blake Bevin desenvolveu sua própria verão do tênis que “amarra” sozinho.

  NASA admite que precisa de ajuda para lidar com 'cocô espacial'

Pequenos motores alimentam o mecanismo e um pequeno botão lateral o ativa. Atualmente ainda está em produção mas sua página de lançamento já é um sucesso e contem um vídeo com uma versão totalmente funcional do produto. A empresa Nike apresentou uma patente similar em 2009 e o lançou em 2016. As futuras versões do design de Blake terão sensores para que o tênis seja usado sem ajuda das mãos fazendo com que idosos e também preguiçosos não precisem de nenhum esforço para usá-lo.

8. O polímero Gelo-Nove que Congela a Vida no Oceano

polimero gelo nove congela vida oceano
No famoso romance “Cama de Gato” de Kurt Vonnegut, o gelo-nove é um químico letal capaz de congelar oceanos com apenas uma pequena quantidade. Agora esse material da destruição existe desde que pesquisadores holandeses sintetizaram um polímero formador de gel que pode congelar uma piscina de tamanho olímpico quando aquecida a certa temperatura.
O poliisocianato possui peptídeos que circundam uma coluna principal de forma helicoidal, revestido por cadeias de carbono e oxigênio que podem repelir moléculas como H2O a fim de formar uma estrutura similar a um gel em segundos. Em comparação à maioria dos biopolímeros naturais que formam uma estrutura quando esfriados, esse fornece mais usos na ciência, como por exemplo uma maneira instantânea de tampar ferimentos potencialmente fatais.

7. Traje com Sentido-Aranha Real


O que você faria se tivesse super poderes? Os usaria para o bem ou para seus próprios interesses? Qualquer que seja sua resposta, logo você poderá viver essa fantasia, graças ao estudante Mateevitsi que projetou o traje “Sentido-Aranha” com o nome incrivelmente genial e original de Sentido-Aranha.

Pequenos braços robóticos são equipados por todo o traje e contêm microfones que emitem e recebem as ondas ultrasônicas do ambiente ao seu redor. Quando uma ameaça é detectada, sensores aplicam uma pressão em determinada parte do corpo na direção apropriada. Testes foram realizados com olhos vendados e com estrelas para serem lançadas na direção das ameaças reconhecidas. Em 95% das vezes as ameaças foram atacadas corretamente o que significa que o traje pode ser útil para pessoas andando na rua à noite, para idosos, ciclistas ou para adultos que não cresceram e querem brincar como super herois.

  Robô da IBM substitui 34 funcionários de empresa no Japão

6. Simulador Digital para o Paladar


Já quis experimentar alimentos virtuais de video games? Ou quis saborear seu prato favorito a qualquer hora que quisesse? Cientistas da Universidade Nacional de Singapura fizeram esse sonho se tornar realidade com o aparelho digital de interface de paladar chamado “Digital Taste Interface” que permite que você saboreie virtualmente qualquer coisa por meio de eletrodos.

Um pequeno eletrodo de prata é fixado à ponta da língua. Ele é responsável por enganar as papilas gustativas para que elas sintam os cinco sabores por meio da alteração da corrente, frequência e temperatura. No vídeo acima, cobaias experimentam sabores diferentes por meio do sensor. Muitas implicações inovadores podem resultar como a possibilidade de diabéticos sentirem o gosto doce sem alterar perigosamente sua glicemia ou de pacientes em tratamento quimioterápico apreciarem o gosto da comida.

5. Sapatos do “Magneto”


O mais perto que você chegou de ser um super-heroi provavelmente foi algo como vestir uma máscara e uma capa e fingir ser o Batman ou o Super-Homem. Eventualmente todos nós crescemos e esquecemos das brincadeiras de criança. Exceto um homem, Colin Furze, cujo canal do Youtube é dedicado a trazer poderes de super-herois à vida real, como as garras do Wolverine.

Sua última façanha foi dominar os poderes magnéticos do personagem Magneto, mais especificamente sapatos magnéticos que ajudam a simular alguns de seus poderes. Sua invenção o permite andar no teto por meio de bobinas magnéticas fixadas na parte inferior de seu tênis. Uma corrente elétrica percorre as bobinas para criar um campo magnético e um interruptor no salto do sapato permite que se controle a intensidade da corrente permitindo que ele se mova, um pé atrás do outro, alternando o campo magnético a fim de que consiga atravessar toda superfície metálica. Esperamos que ele não use seus poderes para o mal.

  Quem inventou o videogame?

4. Traje de Algas do filme “Duna” que Fornece Nutrição Auto-Sustentável

traje duna auto-sustentavel
As alga são uma das mais importantes plantas do nosso planeta, são elas que fornecem quase metade do nosso oxigênio, além disso são muito abundantes e nutritivas. A Nasa está tentando usar algas e bactérias para gerar oxigênio suficiente em viagens para Marte. Então por que não as usamos aqui? Bem, Agri MIchiko Nitta e Michael Burton criaram um traje biotecnológico que lembra os “stillsuits”, trajes do filme de ficção científica “Duna” de 1984, que pode armazenar umidade e manter o corpo hidratado no severo deserto por meio do armazenamento de CO2 em uma máscara respirável e de seu transporte por tubos até uma colônia de algas armazenada no próprio traje.

Eles fizeram uma experiência usando a cantora de ópera Louise Ashcroft e sua alta capacidade pulmonar de gerar CO2 suficiente para as algas que são então fornecidas ao seu público para degustação após sua performance. Depois disso, é preciso apenas de um pouco de fotossíntese e luz solar e então eles terão seu próprio suprimento auto-sustentável de alimento. Se isso vai mudar o jeito que pensamos sobre alimentação, ainda não sabemos, mas a ideia é bastante criativa e interessante.

3. Transformers: Cubos Auto-Montáveis


Os brinquedos da franquia Transformers nunca poderiam se transformar no que quisessem de verdade como fazem aqueles dos filmes e desenhos. A tecnologia está muito, muito distante. Será mesmo? Engenheiros do MIT projetaram cubos auto-montáveis chamados de Blocos-M que podem saltar, escalar, se mover e rolar sem qualquer uso de partes externas. Portanto, sim, é bastante possível que o enredo do filme “Operação Big Hero” possa virar realidade a qualquer momento.

  6 invenções da ficção científica que estão prestes a se tornar realidade

Isso tudo é possível graças a um pêndulo interno que gira a 20.000 rpm. Quando a rotação para, o momento angular é direcionado ao cubo dando movimento a ele. Eletroímãs equipam as arestas e faces dos cubos a fim de tornar a ligação entre eles possível. Se isso está parecendo ciência demais para você, não se preocupe, vê-los em ação o fará entender bem melhor. Já que os cubos podem constituir qualquer forma, as possibilidades são infinitas. Desde edifícios auto-montáveis até gigantes robôs mortais, qualquer coisa que a ciência quiser.

2. Scanner em 3D da Zebedee Imita o Mapeador de Cenas do Crime do Batman


O Batman é conhecido por suas maneiras pouco convencionais de solucionar crimes e por usar equipamentos caros de alta tecnologia que parecem vir diretamente das páginas de ficções científicas. Essas práticas não mais pertencem ao reino da ficção científica, são atualmente usadas por Batmans da vida real na aplicação das leis para que os crimes sejam desvendados mais rapidamente e com mais eficiência. O Scanner da Zebedee faz exatamente isso. Projetado pela agência nacional de pesquisa australiana, CSIRO, o Zebedee pode mapear cenas inteiras onde ocorreram crimes em 3D, fornecendo provas mais precisas para os depoimentos nos tribunais, além disso, pode permitir acesso futuro a determinadas áreas e lugares de difícil acesso.

Isso é possível por meio de um Sistema de Varredura a Laser 2D colocado na cabeça que emite lasers aos objetos ao redor, coletando mais de 40.000 dados por segundo em um raio de 30 metros, economizando milhares de horas da polícia em investigação e trabalho. Atualmente a um preço de 37.000 dólares, o scanner não possui muita utilidade fora das forças policiais, entretanto a Austrália está empregando mais desses equipamentos pelo país. Além do uso policial é possível mapear patrimônios culturais importantes e outros usos futuros serão potencializados com uso em drones para estender o alcance de seu poderoso mapeamento.

  Veja 8 engenhocas ideais para dias de calor

1. O “inForm” do MIT Permite que Você Toque Objetos à Distância

objetos MIT tocar remotamente
As limitações do corpo humano são tais que não é possível acessar coisas remotamente como um computador pode, conectado a uma rede quase infinita de cabos trocando informações digitais e que está sempre ativa. Mas e se você pudesse fazer isso também? E se você pudesse, digamos, rolar uma bola a quilômetros de distância do conforto da sua própria casa? É aí que entra o inForm do MIT. É um instrumento que representa as pessoas em 3D e os dá acesso remoto para manipular os objetos a seu redor.

A máquina funciona como uma animação “pinscreen”, utilizada numa tela com pinos móveis, assim, um dos brinquedos produz o formato da sua mão no outro lado quando você pressiona o seu lado. Mas nesse caso cada pino é conectado a um motor e cada um é controlado por uma placa de circuito e microcontroladores. Um Kinect do Xbox normal é usado para rastrear movimentos e os transmite para o outro lado dando a possibilidade de tocar, se mover e produzir formas, mesmo que não estejam no mesmo espaço. As possibilidade são infinitas. Para começar, que tal poder acessar o que quiser, a qualquer hora, onde quiser ou ainda realizar cirurgias remotamente? Finalmente uma invenção que torna aceitável realizar uma cirurgia cardíaca invasiva sem o incômodo de usar calças.

Fonte: Toptenz.net

Deixe um Comentário

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com