Arpanet: a rede de computadores que foi o embrião da internet

0

Antes de ser o que é hoje, a internet teve um embrião bem mais simples, porém revolucionário. Há 50 anos, era criada a Arpanet, uma rede simples de computadores cuja primeira informação a ser enviada foram as letras LO, fruto da tentativa de enviar a palavra “Login”. No entanto, estávamos no final da década de 60, então é claro que um dos computadores envolvidos no processo simplesmente “travou”.

Tudo começou com uma tentativa do professor de computação Leonard Kleinrock e de seu aluno, Charley Kline, de enviar uma simples mensagem de seu computador, na Universidade da Califórnia, em Los Angeles, para outro computador no Instituto de Pesquisa de Stanford. A mensagem falhou, resultando apenas no LO, mas esse foi o primeiro processo operado na Arpanet, ou rede da Advanced Research Projects Agency, parte do Departamento de Defesa dos EUA.

Na verdade, o desenvolvimento de uma rede universal de computadores já vinha sendo trabalhado desde o final dos anos 50, quando os Estados Unidos resolveram dar o próximo passo na corrida espacial, armamentista e tecnológica da Guerra Fria, após a União Soviética mandar o Sputnik para a órbita terrestre. Após quase 10 anos de trabalho, finalmente Kleinrock conseguiram colocar essa rede unificada para funcionar.

Na época, as redes de computadores já eram relativamente comuns, mas funcionavam com protocolos independentes. Resumindo, era preciso ter mais de um computador, cada um conectado a uma rede diferente, para conseguir contatar outro computador em outro lugar, tudo de forma muito limitada. A Arpanet foi a primeira rede a eliminar esse problema.

Veja também:   Por que julho de 2019 foi o mês mais quente da história?

Spam na Arpanet?

A Arpanet acabou sendo incorporada à rede mundial de computadores, essa sim sendo uma rede verdadeiramente universal, ainda nos anos 80. Mas o embrião da internet obteve o pioneirismo em algumas coisas, sendo ela, por exemplo, a responsável pelo primeiro email da história. Em 1971, o cientista Raymond Tomlinson enviou de um computador a outro a mensagem “QWERTYUIOP”, assim mesmo, em caixa alta.

Apenas 7 anos depois, a Arpanet seria também o palco do primeiro spam da história. Ele surgiu quanto Gary Thuerk resolveu aproveitar o sistema de mensagens da rede, conhecido como SNDMSG, para mandar a mesma mensagem a mais de 400 pessoas que tinham acesso à rede. No email, ele anunciava a venda de seu computador.



Deixe um Comentário

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com