Bluetooth: a tecnologia wireless tem ligação com antigo rei viking

0

A tecnologia Bluetooth está presente no cotidiano da maioria das pessoas nos dias atuais, mas nem todo mundo sabe que ela tem uma ligação com um antigo rei viking. Mais do que apenas o nome, o sistema wireless que usamos para conectar gadgets e, principalmente, para ouvir música e assistir vídeos, tem origens tão nórdicas quanto qualquer pirata e saqueador da Idade Média.

A história da tecnologia se confunde com a dos vikings tanto no passado distante como no momento de sua formação. Tudo teve início em uma reunião empresarial ocorrida em 1996, no Vale do Silício, na Califórnia, bem longe das terras geladas da Escandinávia. A proposta apresentada ali era uma de uma codificação específica de sinais para conectar laptops, a princípio.

As empresas interessadas, com representantes presentes na reunião, eram a Ericsson e a Nokia, fabricantes da Suécia e da Finlândia, respectivamente, dois países nórdicos. Elas foram as primeiras a se interessar pela tecnologia que começou a ser desenvolvida no final dos anos 80 por dois programadores suecos. No final, um livro lido por Jim Kardash, da Intel, acabou inspirando o nome.

O Bluetooth deriva seu nome do rei Harald “Bluetooth” Gormsson, que governou a Dinamarca na segunda metade do século X. O logo da marca também tem origens nórdicas: tratam-se de duas runas, letras do alfabeto usado pelos vikings, combinadas. São equivalentes às letras H e B, de Harald Bluetooth.

A união faz a força

Bluetooth – “dente azul”, em inglês, ou Blåtand, no original em dinamarquês – ficou famoso por introduzir o cristianismo na Dinamarca e foi a partir da nova religião que ele conseguiu unificar os chefes tribais dinamarqueses em um só país. O apelido é incerto. Alguns acreditam que seria uma referência a sua pele mais escura do que a da maioria dos escandinavos. O mais provável é uma doença que o deixou com os dentes escuros, azulados.

Veja também:   Celulares escutam nossas conversas? Veja o que esse estudo diz

A tecnologia tem o mesmo princípio da história do rei dinamarquês: unificar. No entanto, ao invés de costurar acordos entre chefes vikings, o sistema wireless foi criado para conectar dispositivos de diferentes marcas e empresas desenvolvedoras, tornando a experiência digital muito mais dinâmica e fácil.



Deixe um Comentário

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com