Brasil emite alerta para infecção por fungo resistente a medicamentos

0

Foi registrado no Brasil o primeiro caso de infecção pelo fungo Candida auris, temido em todo o mundo por ser resistente a vários medicamentos.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) já está investigando o caso, que teria sido descoberto em hospital na Bahia. O fungo teria sido encontrado na ponta de um cateter utilizado por um paciente que está internado na UTI adulta do hospital.

O Candida auris foi identificado na Bahia e a amostra da ponta do cateter foi analisada pelo Laboratório Central de Saúde Pública Profº Gonçalo Moniz (Lacen-BA), em Salvador, além do Laboratório do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. Em ambos os casos sua presença foi confirmada.

O fungo é conhecido por ser altamente resistente a vários medicamentos e possui uma alta taxa de mortalidade, variando de 30 a 60% em todo o mundo.

A Anvisa ainda está concluindo a investigação, mas já alerta para que os cuidados devidos sejam tomados, afim de evitar um surto de Candida auris, o que seria catastrófico em meio a já instaurada pandemia de covid-19.

O C. auris sobrevive com facilidade em ambientes hospitalares, onde se dão a maioria de suas infecções, que são monitoradas em todo o mundo desde 2009.

Por isso, a Anvisa pede cuidado redobrado com a higiene dos hospitais em todo o país, com o intuito de dificultar a disseminação do fungo.

Resistente e furtivo

O grande problema com esse fungo é que além de muito resistente a medicamentos comuns, ele também é difícil de ser identificado.

Os surtos registrados até hoje se deram pela dificuldade de diagnóstico, com pacientes infectados com C. auris recebendo tratamentos para outros fungos ou até doenças causadas por vírus e bactérias.

Sua resistência também é motivo de grande preocupação. Ele se mostrou, desde o início, imune a fungicidas mais comuns e desde então estão sendo usados contra ele medicamentos mais raros, modernos e fortes.

A preocupação continua, pois de um modo geral, o fungo parece estar desenvolvendo resistência a essas novas substâncias.



Deixe um Comentário

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com