Celular explode e atinge olho de menino no interior de São Paulo

0

Estilhaços lançados pela explosão de um celular causaram ferimentos no olho de um garoto de 11 anos, na noite desta terça-feira (8), em São João da Boa Vista (SP).

Socorrido até a Santa Casa local por sua mãe, ele teve de ser encaminhado ao Hospital das Clínicas da Unicamp, em Campinas (SP), por causa da gravidade do caso.

A mãe não informou se o aparelho estava na tomada quando explodiu e lançou pedaços da tela contra o rosto do garoto. Ele teve o olho direito ferido. De acordo com a assessoria do Hospital das Clínicas da Unicamp foi constatada lesão na pálpebra. O garoto foi atendido e medicado nesta quarta-feira (9), e já está em casa.

Especialistas alertam sobre o risco de superaquecimento da bateria dos celulares. Os aparelhos podem ter reações inesperadas – e perigosas – quando não há cuidado com a sua temperatura.

No ano passado, houve outros registros de acidentes com celulares no estado de São Paulo. Em um deles, um enfermeiro sofreu queimaduras após o aparelho explodir no bolso de sua calça em julho em Araçatuba. Em outra ocorrência, em março em Santos, o celular pegou fogo no bolso da bermuda de um comerciante, que também ficou ferido.

Como carregar (e salvar) a bateria do seu celular, segundo a ciência

Veja também:   Mulher se casa com fantasma de pirata de 300 anos e agora quer divórcio

Deixe um Comentário

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com