Colisão entre planetas pode ter formado a Lua e trazido vida para a Terra

0

Um impacto entre dois planetas teoricamente causaria apenas destruição, certo? Errado. Uma colisão entre a Terra e outro planeta pode ter originado não só a Lua, como também possibilitado o surgimento da vida em nosso planeta, devido às características dos primeiros materiais orgânicos registrados por aqui, que pareciam já bem desenvolvidos, mesmo em seu estágio inicial.

Um estudo realizado na Universidade Rice, no estado americano do Texas, mostrou que uma colisão planetária ocorrida há aproximadamente 4,4 bilhões de anos pode ter plantado a semente da vida na Terra. Essa mesma colisão entre a Terra e o planeta conhecido como Theia teria sido a responsável por dar origem à Lua, como vem sendo proposto desde a década de 70.

O geólogo e cientista planetário Rajdeep Dasgupta explica que o estudo focou na ocorrência de alguns elementos que são considerados peças-chave para o surgimento de vida, sendo eles carbono, oxigênio, hidrogênio, nitrogênio, enxofre e fósforo. “O inventário relativo de carbono, nitrogênio e enxofre na porção acessível do nosso planeta aponta para sua origem através de um impacto gigantesco, como sugerido em nosso estudo”, diz Dasgupta.

A teoria proposta no estudo é que um planeta que os cientistas denominam “doador”, com um núcleo rico em enxofre, se chocou com a Terra e liberou na superfície do nosso planeta uma grande parte dos elementos responsáveis pelo surgimento da vida.

A Lua de “brinde”

A colisão que trouxe a vida para a Terra, proposta nesse novo estudo, pode ser a mesma que deu origem à Lua, citada em estudos de 1975. O planeta que se chocou com a Terra, chamado de Theia, teria aproximadamente o tamanho de Marte. O impacto teria acontecido a cerca de 40 mil quilômetros por hora, de raspão.

Veja também:   Pela 1ª vez, vídeo flagra impacto de meteoroide durante eclipse lunar

Theia saiu perdendo mais do que a Terra. O planeta teria sido seriamente danificado e sua órbita teria sido radicalmente alterada. Estima-se que 90% do material que forma a Lua atualmente pertencia a esse planeta. Restos de Theia também acabaram ficando na superfície terrestre e podem ter sido a origem dos elementos que faltavam para o surgimento da vida.



Deixe um Comentário

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com