25 curiosidades sobre o desenvolvimento infantil

0

O desenvolvimento infantil consiste numa sequência ordenada de transformações progressivas resultando num aumento do grau de complexidade do organismo. Desde cedo, as crianças começam a desenvolver seus corpos, resultando em alterações na composição e funcionamento das células, maturação dos sistemas e órgãos e aquisição de novas funções. Confira 25 curiosidades sobre o desenvolvimento infantil.

desenvolvimento infantil

Confira algumas curiosidades sobre o desenvolvimento infantil

 

Generalizando o desenvolvimento
O desenvolvimento da criança refere-se às mudanças que ocorrem conforme ela cresce e se desenvolve em relação a ser fisicamente saudável, mentalmente alerta e emocionalmente e socialmente saudável.
Crescimento do cérebro
Alguns cientistas acreditam que o rápido crescimento do cérebro das crianças reflete as mudanças que foram moldadas ao longo da evolução.
Bebês lindos
Um bebê é bonito de acordo com o que os cientistas classificam como um “esquema do bebê.” Este esquema é um jogo das características que incluem uma cabeça arredondada, olhos grandes, saliência das bochechas, testa grande, corpo redondo e superfícies macias.
O lampião e a lanterna
Os pesquisadores observam que o cérebro de um bebê é como um lampião: é vagamente consciente de tudo. O cérebro de um adulto, por outro lado, é mais como uma lanterna, conscientemente focado em coisas específicas, mas ignorando o fundo. Os cientistas sugerem que as pessoas criativas têm retido alguma capacidade de pensar como um bebê.
Significado do choro
Os biólogos evolucionários sugerem que os recém-nascidos nascem com um choro irritante para que os pais não fiquem muito emocionalmente ligados enquanto o bebê ainda tem uma alta chance de morrer. Além disso, o choro recebe a atenção que um bebê precisa para sobreviver.
Compreendendo o que o bebê diz
Os pais geralmente respondem de 50% a 60% da vocalização do bebê. No entanto, o desenvolvimento da linguagem poderia ser acelerado se os pais reagissem à vocalização do bebê 80% do tempo. Além disso, o aprendizado diminui.
Afetando o desenvolvimento
Trauma ou exposição à toxinas durante o período pré-natal pode afetar o desenvolvimento posterior da criança. Alguns perigos também incluem a exposição à drogas e doenças.
Interação dos genes com o ambiente
O desenvolvimento infantil depende da interação entre genes e variáveis ambientais. Por exemplo, uma criança pode ter os genes para crescer alto, mas se não tiver a nutrição adequada, pode nunca atingir sua altura total.
Os quatro estágios da linguagem
O desenvolvimento da linguagem ocorre em quatro estágios: 1) etapa de balbuciar, 2) etapa de uma palavra, 3) etapa de duas palavras, e 4) etapa de várias palavras.
Os quatro estilos parentais
Os pesquisadores sugerem que a maioria dos pais se enquadram em um dos quatro estilos parentais diferentes: 1) autoritário, 2) autoritativo (caracterizado pela relação com altos níveis de controle e responsabilidade), 3) permissivo e 4) parentalidade não envolvida. Destes quatro, o estilo autoritativo tende a resultar em crianças que são mais felizes, capazes e bem sucedidas.
Padrão de desenvolvimento
Enquanto todas as crianças crescem e se desenvolvem em padrões semelhantes, cada uma se desenvolve no seu próprio ritmo.
Os anos mais importantes
Os primeiros cinco anos – e especialmente os três primeiros – da vida de uma criança são os mais importantes. Eles moldam a organização do cérebro, o desenvolvimento e o funcionamento ao longo da vida.
Problemas com a parentalidade permissiva
A parentalidade permissiva tende a resultar em crianças com baixo nível de felicidade e auto-regulação. Elas são mais propensas a terem problemas com autoridade e um desempenho ruim na escola.
Os quatro marcos de desenvolvimento
Há quatro tipos diferentes de marcos de desenvolvimento para as crianças: 1) físico (evolução das atividades motoras), 2) cognitivo (capacidade de pensar, aprender e resolver problemas), 3) social e emocional (compreensão de suas próprias emoções e das outras pessoas), e 4) marco de comunicação (comunicação linguística e não-verbal).
Problemas de fala e linguagem
A linguagem e os problemas de fala são os tipos mais comuns de atraso no desenvolvimento infantil. A fala refere-se à expressão verbal, como a forma como as palavras são formadas. A linguagem é mais ampla e inclui se expressar e receber informações, tais como gestos de compreensão.
Atrasos no desenvolvimento social e emocional
As causas comuns de atrasos no desenvolvimento social e emocional incluem Autismo, Síndrome de Asperger e Transtorno Desintegrativo da Infância. Alguns dos primeiros sinais de autismo incluem falta de contato visual, recusa ao abraço e apatia em relação aos pais ou cuidadores.
Três adultos importantes
Estudos mostram que as crianças fazem melhor quando têm pelo menos três influências amorosas e solidárias de adultos em suas vidas.
Mais de três horas
As crianças que assistem mais de três horas de televisão, vídeos ou DVDs por dia têm uma chance maior de problemas de conduta, sintomas emocionais e problemas com relacionamentos.
Problemas com as palmadas
Estudos mostram que o castigo corporal pode dificultar o desenvolvimento intelectual. Em outras palavras, há uma correlação marcante entre palmadas e um QI reduzido.
Desnutrição materna
Uma das maiores ameaças para um feto em desenvolvimento é a desnutrição materna, seja causada por fome, pobreza ou dieta.
Certo e errado desde cedo
Psicólogos afirmam que os bebês distinguem o certo do errado, mesmo aos 6 meses, o que desafia a noção de que eles vêm com um “estado moral em branco” ou que eles são o que Freud chamou de “animais amorais”.
Bebês e o aperto palmar
Os bebês exibem o aperto palmar, o que acontece quando alguém acaricia a palma da criança ou coloca qualquer coisa em sua mão. Em 1891, um cientista testou quanto tempo um bebê poderia agarrar uma barra. A maioria foi capaz de ficar por pelo menos alguns segundos, enquanto um durou 2 minutos e 35 segundos.
Descobrindo o olfato
Em torno da 28ª semana de gravidez, os bebês podem começar a sentir os mesmos cheiros que a sua mãe. Na verdade, o líquido amniótico aumenta o olfato do bebê.
Falando com o bebê
Bebês cujos pais falam com eles frequentemente sabem mais 300 palavras ainda aos 2 anos, diferente dos bebês cujos pais raramente falam com eles.
O cérebro de uma criança
Entre as idades de 1 e 2 anos, o córtex cerebral de uma criança acrescenta mais de 2 milhões de novas sinapses (conexões entre células cerebrais) a cada segundo. Aos 2 anos de idade, ela tem mais de 100 trilhões de sinapses, o máximo que terá em sua vida. Quando já for um adulto, mais de 50% dessas sinapses desaparecerão.

 

FONTE



Deixe um Comentário

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com