Em ‘ato contra o fascismo’, Ministério da Defesa é hackeado por grupo Anonymous

0

Durante a madrugada desta terça-feira (25), um grupo ligado ao movimento ‘Anonymous’ no Brasil invadiu o site do Ministério da Defesa de nosso país. A invasão foi comunicada pelo perfil ‘AnonOpsBR’, que também entregou caminhos para se adquirir dados roubados.

As informações furtadas são sensíveis e, por isso, não reproduziremos aqui. Dentre documentos confidenciais, foram vazadas informações confidenciais de integrantes do Exército, como o telefone do general Eduardo Villas Boas, comandante da instituição.

Hamilton Mourão, general da reserva e candidato a vice-presidente da República ao lado de Jair Bolsonaro, também foi citado nominalmente. O grupo classificou a própria atitude como “uma mensagem direta ao fascismo e autoritarismo que ameaça a democracia brasileira”, nomeando os dois militares e o presidenciável.

Leia o manifesto completo do ataque:

Saudações,

Nós somos Anonymous. Essa é uma mensagem direta ao fascismo e autoritarismo que ameaça a democracia brasileira através de seus generais Eduardo Villas Bôas e Mourão julgo vice do Bolsonaro, que sempre mandam recado com viés autoritário por meio de entrevistas, querendo tutelar a democracia por meio da força e do medo, queremos dizer para vocês que estamos observando-os e estamos dentro de seus sistemas, estamos expondo parte do banco de dados do Ministério da Defesa em resposta a essa postura de ambos generais completamente antidemocráticas e provando que estamos observando de perto cada passo de vocês. Fazemos um chamado aos hackersativistas que defendem acima de tudo a democracia brasileira que se unam contra o fascismo e autoritarismo que rondam a nossa nação. Usem a hashtag #OpEleiçãoContraOFascismo

“Não se combate o fascismo porque se possa ganhar dele; se combate porque é fascista” ~ Jean-Paul Sartre

Nós somos Anonymous
Somos uma legião

Não esquecemos
Não perdoarmos
Aguarde-nos.

Mais tarde, um perfil internacional do Anonymous elogiou o protesto e afirmou que “Anonymous é e sempre será antifascista”. O Def Con Lab, um sistema de monitoramento aliado a uma das maiores conferências hackers do mundo, confirmou a invasão.

Hacker descobre falha da Apple e compra 502 iPhones por R$ 0,12

Veja também:   Facebook confirma roubo de dados de 30 milhões de usuários

Deixe um Comentário

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com