Exibição polêmica mostra casal comendo pedaço das próprias costas

0

O canibalismo, claro, ainda é assunto que gera um enorme tabu dentro da nossa sociedade. E por conta disso, já foi bastante explorado dentro da ficção científica. O caso mais famoso é o Doutor Hannibal Lecter, que já se alimentou de diversas vítimas nas obras em que foi retratado.

Mas uma polêmica apresentação artística, que ocorreu no início deste mês, a respeito de canibalismo está dando o que falar em Riga, capital da Letônia.

Denomidada de “Escatologia”, essa apresentação mostrou o artista Artus Berzins, de 34 anos, tirando pequenos pedaços das costas de um homem e de uma mulher, que se voluntariam para o projeto. Logo em seguida, Berzins fritou os pedaços em uma frigideira e eles foram consumidos pelo próprio casal.

Para aumentar ainda mais a polêmica, a apresentação foi exibida ao vivo pelo Facebook sem qualquer tipo de aviso prévio sobre o seu conteúdo, o que chocou e revoltou muita gente no país.

Muitas pessoas ficaram tão revoltadas que denunciaram a apresentação artística para a polícia, que não tomou ação nenhuma, ao alegar que nada de errado ou ilegal foi cometido por Berzins e o casal voluntário.

A página do museu em que ocorreu a polêmica apresentação explicou o seu verdadeiro sentido. Berzins, na verdade, teve o objetivo de mostrar que o canibalismo pode se tornar uma prática comum no futuro, já que com a crescente degradação do planeta, o fim dos tempos está próximo e essa pode ser a única opção de alimentação dos seres humanos.

O próprio museu lembra que o conteúdo da apresentação não é apropriada para menores de idade e pessoas com maior sensibilidade. Por incrível que pareça, ela está disponível no Youtube sem qualquer tipo de restrição.

Se você tem estômago forte, pode conferir o vídeo da apresentação abaixo. E, claro, lembramos novamente que as cenas são fortes e inapropriadas para algumas pessoas.

Deixe um Comentário

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com