Islândia, o país onde quase todo mundo acredita que elfos existem

0

Na Islândia, assim como em vários países da Europa, os elfos são alguns dos seres folclóricos mais conhecidos. Mas por lá, eles aparentemente levam isso muito a sério.

Apesar do alto número de ateus, quase toda a população islandesa acredita piamente que os elfos são reais, com escolas ensinando sobre eles e até estradas e obras sendo desviadas por causa das moradias desses seres.

Os elfos estão mais do que presentes no dia-a-dia dos islandeses, até mesmo na capital e maior cidade do país, Reikjavik. É lá que funciona a Escola dos Elfos, fundada pelo antropólogo Magnus Skarphedinsson.A maioria dos alunos da escola é formada por turistas, o que faz sentido, já que o povo da Islândia sabe tudo sobre eles.

Para Skarphedinsson, elfos seriam criaturas humanoides, um pouco mais baixa do que pessoas normais em estatura, que falam muito pouco. Eles são também invisíveis, mas podem se mostrar para quem eles quiserem. Existem ainda pessoas com a habilidade especial de vê-los.

Além dos elfos, o antropólogo também estuda a chamada Huldufolk, ou “gente escondida”. Eles possuem características similares às dos elfos, mas falam islandês fluentemente.

A Escola dos Elfos estuda testemunhos e outros indícios da presença desses seres em sua terra. Segundo uma estimativa do governo da Islândia, no mínimo metade da população acredita em sua existência.

Direitos élficos

Um caso famoso de como a existência dos seres mágicos é levada em conta no país, foi a construção de uma rodovia em 1971. A estrada passaria bem onde ficava uma pedra, conhecida há eras por ser o habitat de uma família de elfos. Pessoas que conseguiam vê-los e falar com eles foram contratadas pelo governo.

Veja também:   Conheça o índio sem tribo que vive isolado há 23 anos na Amazônia

Assim, ficou acertado que a família invisível ficaria fora da pedra por alguns dias, para que ela fosse movida, tornando assim possível a construção.

Não se sabe se os elfos foram passar férias na casa de parentes, se ficaram do lado de fora observando sua casa ser carregada ou se apenas se mudaram de lá. A situação do “imóvel” também não é conhecida, mas elfos e rodovia parecem estar convivendo de forma pacífica desde então.



Deixe um Comentário

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com