Colombo atrasado? Italianos sabiam sobre a América 150 anos antes

0

Cristóvão Colombo é o conhecido descobridor da América, mas conforme vem sendo provado, o genovês pode ter chegado pelo menos 150 anos atrasado.

  • Assista futebol ao vivo no Prime Video adicionando o Premiere à sua assinatura! Teste grátis por 7 dias e totalmente sem compromisso, cancele quando quiser. Clica aqui!

Um novo estudo concluiu que marinheiros italianos já tinham total conhecimento sobre a existência da porção norte do continente americano 150 anos antes da expedição das caravelas Santa Maria, Nina e Pinta.

Um documento descoberto em 2013 é a prova de que a expedição bancada pelos Reis Católicos da Espanha não foi exatamente um descobrimento da América.

Escrita em 1345 pelo italiano Galvaneus Flamma, a Cronica Universalis menciona registros ainda mais antigos, feitos por islandeses, sobre um local chamado por eles de Markland.

A Markland islandesa corresponde aos atuais territórios de Terra Nova e Labrador, no Canadá, e teria sido acessada por vikings ainda no século XI.

Disso já se sabia, mas a análise do documento provou que os feitos islandeses já eram conhecidos na Itália muito antes do próprio Cristóvão Colombo nascer, portanto, fica complicado falar em descobrimento.

Galvaneus Flamma era um monge que viveu em Milão, no norte da Itália, e escreveu e copiou diversos documentos. A Cronica Universalis foi seu provável último trabalho, o qual não chegou a completar, e pretendia contar a história de todo o mundo, desde a criação, até aqueles dias.

É possível que tenha servido como fonte de pesquisa para o próprio Colombo antes de sua expedição, lançada em 1492.

Leif Eriksson, descobridor da América

Hoje sabemos que Colombo acabou levando o crédito por algo que ele não fez exatamente. O primeiro navegador europeu a chegar na América teria sido o islandês Leif Eriksson, já no final da Era Viking, no século XI.

Ele era filho de outro nórdico famoso da época, conhecido como Erik, o Vermelho.

A expedição de Eriksson chegou a montar um entreposto comercial no atual Canadá, terra que eles conheciam como Vinland e depois viraria a Markland citada por Flamma em seu livro.

O assentamento viking no Canadá não durou muito, possivelmente pelos ataques dos indígenas locais, entre outros fatores decisivos.



  • Assista futebol ao vivo no Prime Video adicionando o Premiere à sua assinatura! Teste grátis por 7 dias e totalmente sem compromisso, cancele quando quiser. Clica aqui!
Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com