Japão tem mais pontos de recarga de carros elétricos do que postos de gasolina

0

O Japão tem mais pontos de recarga para carros elétricos do que postos de gasolina. É o que aponta um relatório divulgado recentemente pela montadora Nissan.

A pesquisa aponta a existência de 40 mil pontos de recarga para carros elétricos no Japão. contra 34 mil postos de combustíveis fósseis.

Os dados, porém, são relativos. A contagem considera pontos de recarga instalados em propriedades particulares – ou seja, para apenas uma pessoa. Por outro lado, a quantidade de bombas de gasolina nos postos não faz parte dos números. Ou seja, cada posto de combustíveis fósseis é considerado uma única vez, mesmo se tiver dezenas de bombas.

Ainda assim, o resultado da pesquisa é importante para mensurar o crescimento do mercado de carros elétricos no Japão, que investe muito no segmento. A título de comparação, os Estados Unidos têm 114,5 mil postos de combustíveis fósseis e apenas 9 mil pontos de recarga para veículos elétricos.

Origem e funcionamento dos carros elétricos

carros-eletricos-03

Veículos com motores elétricos existem desde o século 19. No entanto, no início do século 20, a ideia deixou de ser viável porque carros a combustão estavam sendo produzidos em massa.

Um carro elétrico tem, evidentemente, um motor movido a eletricidade, que pode vir de diversas fontes: baterias, queima de combustíveis fósseis ou reação química do gás hidrogênio.

Carros movidos pela reação química do hidrogênio são considerados os melhores, por não emitirem gases poluentes e terem performance parecida com a de veículos convencionais. No entanto, os que têm baterias também são bastante utilizados, por sua produção ser mais barata.

Veja também:   Muco de enguia pode ser biomaterial importante no futuro; entenda

Existem, ainda, os veículos híbridos, que possuem um motor de combustão interna (como gasolina) e outro elétrico, balanceando o esforço de cada um e reduzindo consumo e emissão de gases poluentes.

Confira alguns veículos elétricos:

BMW i3 – cerca de R$ 221 mil

BMW_i3_01

Chevrolet Volt (híbrido) – cerca de R$ 140 mil

Chevrolet Volt

Fiat 500e – cerca de R$ 113 mil

Fiat-500e

Ford Fusion Energi (híbrido) – cerca de R$ 142 mil

ford-fusion-energi

Mitsubishi Outlander PHEV (híbrido) – cerca de R$ 190 mil no Brasil

mitsubishi-outlander-phev

Nissan Leaf – cerca de R$ 250 mil no Brasil

Nissan-Leaf

Renault Zoe – cerca de R$ 200 mil no Brasil

renault-zoe

 

Tesla Model S – cerca de R$ 470 mil

tesla-model-s

Toyota Prius (híbrido) – cerca de R$ 115 mil

toyota-prius

Volkswagen XL1 (híbrido) – cerca de R$ 345 mil

volkswagen-xl1

Carros elétricos no Brasil

carros-eletricos-02

A implantação dos carros elétricos no Brasil ainda está longe de se tornar uma realidade. Não existe uma legislação específica para veículos do tipo e os modelos mais conhecidos não são vendidos por aqui.

Existem algumas centenas de carros elétricos emplacados e circulando no Brasil. No entanto, o público é praticamente todo composto por empresas que buscam opções sustentáveis e experimentais. Consumidores comuns ainda não se aventuram nesse meio, visto que o país não oferece estrutura para esse tipo de veículo.

O único grande incentivo até o momento partiu da cidade de São Paulo. Desde 2014, veículos elétricos, híbridos e a célula de hidrogênio recebem de volta 50% do IPVA pago. A devolução é de até R$ 10 mil, vale por cinco anos e o carro não pode custar mais do que R$ 150 mil. Essa categoria também está isenta do tradicional rodízio.

Veja também:   Pessoas que falam palavrão são mais inteligentes e confiáveis, diz estudo



Deixe um Comentário

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com