Mineral nunca antes visto é encontrado no interior de diamante

0

Se existe um objeto que qualquer pessoa deseja encontrar é um diamante, que pode render bastante dinheiro. E o mineral também é muito importante para explicar um pouco mais as origens de nosso planeta. E uma descoberta recente pode ser bastante reveladora.

Cientistas encontraram um mineral jamais visto, cuja existência era especulada, no interior de um diamante encontrado na mina Cullinan, na África do Sul, onde diversos exemplares famosos da pedra já foram descobertos, incluindo o maior diamante da história, descoberto em 1905.

Esse mineral é chamado de perovskita e pode dar pistas importantes a respeito de como que a estrutura interior do nosso planeta se comporta. Apesar de nunca ter sido visto, acredita-se que ele é o quarto mineral mais abundante da Terra. Ele nunca havia sido visto por estar localizado a 700 metros abaixo da superfície do planeta.

E o professor Graham Pearson, coautor do estudo que revelou a descoberta, explicou o motivo dele ter sido encontrado pela primeira vez.

“Ninguém nunca foi capaz de manter o mineral em estado estável na superfície da Terra. A única maneira de preservá-lo na superfície é quando ele está preso em alguma espécie de ‘container’, igual a um diamante”, disse.

Esse diamante foi escavado de uma profundidade rasa, mas os especialistas acreditam que se formou a 700 metros abaixo da superfície (a mesma em que a perovskita se encontra) e que pode ter sido exposto a 240 mil atmosferas de pressão.

Veja também:   Incêndio no Museu Nacional pode ter acabado com pesquisas na Antártica

O pedaço da perovskita se tornou visível a olho nu após o diamante ter sido polido, mas os pesquisadores precisaram de outros procedimentos, como Raios-X e uma espectroscopia, para realmente confirmar que se tratava de um exemplar do misterioso mineral.

Pearson acredita que o primeiro exemplar da perovskita pode ser importante para revelar pistas sobre a formação do manto e demais camadas interiores do planeta, especialmente as placas oceânicas.

Deixe um Comentário

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com