O Iluminado e mais: 10 teorias de conspiração sobre filmes famosos

0

Os filmes que serão citados na lista abaixo se tornaram famosos e conhecidos por uma série de motivos. Quem aí não gosta do revolucionário 2001: Uma Odisseia no Espaço e os títulos estrelados pela lenda Bruce Lee? No entanto, eles também se tornaram alvo de diversas teorias da conspiração que surgiram nas profundezas da internet, que envolvem cultos demoníacos, mentiras arquitetadas pelo governo, propagandas e represálias de criminosos.

Confira abaixo 10 filmes famosos que se tornaram alvo de teorias da conspiração.

10) Stanley Kubrick ajudou a Nasa a fingir que o homem pousou na Lua

filmes-teorias 1

Muitas teorias da conspiração envolvem o famoso diretor Stanley Kubrick. Uma das mais famosas afirma que ele ajudou a Nasa a fingir que a missão Apollo 11 pousou na superfície da Lua, em 1969. Muitos dizem que 2001: Uma Odisseia no Espaço, um de seus filmes mais famosos, foi uma forma da Nasa criar toda a montagem de seus astronautas pousando e andando pelo nosso único satélite natural.

Isso fez parte da corrida espacial entre EUA e União Soviética. Os soviéticos, como sabemos, saíram na frente ao enviar o cosmonauta Yuri Gagarin para o espaço. Os americanos queriam, então, enviar alguém para a Lua, mas sabiam que essa era uma missão arriscada e muito cara. Assim, se aproveitaram de sua indústria cinematográfica para orquestrar a mentira.

A teoria surgiu após o cineasta o caçador de conspirações Jay Wiedner notar muitas semelhanças entre 2001: Uma Odisseia no Espaço e as filmagens da missão Apollo 11 na Lua.

9) E em O Iluminado, Kubrick confessou que fez parte dessa mentira

filmes-teorias 2

Anos depois, Kubrick teria se arrependido de fazer parte dessa mentira e quis revelar a verdade. Sabendo que não poderia fazer isso diretamente, usou um de seus filmes mais famosos, O Iluminado, de 1980, adaptação do livro de mesmo nome de Stephen King, para se desculpar.

Jay Wiedner criou uma teoria para o documentário O Labirinto de Kubrick (Room 237, no original), em que o diretor colocou várias pistas do filme sobre o seu envolvimento com a mentira.

Danny, filho de Jack Torrance, usava um suéter que tinha um foguete com o nome Apollo 11 escrito nele. As formas hexagonais do carpete do Hotel Overlook seriam parecidas com as plataformas de lançamento do foguete. E por fim, o quarto 237 na obra de Stephen King era, na verdade, o quarto 217. Mas Kubrick teria feito à mudança por conta das 237 mil milhas que separam a Terra da Lua.

Sabemos que os filmes de Kubrick são conhecidos por seus simbolismos, o que dá mais sustentação para essa teoria.

8) O Cavaleiro das Trevas previu o tiroteio na escola Sandy Hook

filmes-teorias 3

Sim, a trilogia O Cavaleiro das Trevas será marcada pelo tiroteio que ocorreu em um cinema no estado americano do Colorado, em 2012, em que 12 pessoas morreram. Mas alguns fãs já notaram que o filme pode ter previsto outro tiroteio famoso que ocorreu neste mesmo ano.

Veja também:   Conheça a história do adolescente que criou um reator nuclear no quintal

De acordo com essa teoria, o diretor Christopher Nolan e seus produtores deram a entender que o tiroteio na escola Sandy Hook, perpetuado por Adam Lanza, aconteceria em breve.

Em uma cena do filme, o Comissário Gordon abriu um mapa e apontou para um local que tinha o nome Sandy Hook. Já foi o suficiente para essa teoria ganhar muita força entre os fãs.

7) A ligação entre o filme O Bebê de Rosemary e o assassinato de Sharon Tate

filmes-teorias 4

Em 1968, o diretor Roman Polanski lançou O Bebê de Rosemary, considerado um dos melhores filmes do gênero de terror. Só que um ano depois, ele viu sua esposa, a atriz Sharon Tate, ser assassinada pela Família Manson, do serial killer Charles Manson, em sua casa. E isso se tornou um prato cheio para diversas teorias da conspiração.

Muitas pessoas já notaram várias semelhanças entre a história do filme e a vida de Polanski. No filme, o casal Guy e Rosemary descobre que seus novos vizinhos, os Castevets, fazem parte de um culto satânico. E eles fazem um acordo com Guy, que ainda está tentando engrenar na carreira de ator: fazer o bebê de Rosemary se tornar filho do demônio em troca do estrelato.

Na vida real, Polanski era um diretor famoso na Europa, mas ainda não tinha dado certo nos Estados Unidos. Assim, muitos conspiracionistas acreditam que ele fez um pacto com o demônio, em que ele teria de sacrificar sua mulher e filho (Tate estava grávida quando foi assassinada) para conseguir o estrelato. Muito parecido com a história do filme, não é mesmo?

Quer outras coincidências macabras? O filme foi gravado no mesmo complexo de apartamentos que John Lennon morava e onde foi assassinado. E Charles Manson afirmava que existiam mensagens secretas dentro das músicas dos Beatles.

6) O Dia em que a Terra Parou era uma propaganda de invasão alienígena

filmes-teorias 5

O Dia em que a Terra Parou (o original de 1951) é um dos vários filmes que retratam uma invasão alienígena no nosso planeta, mas também aborda assuntos como a Guerra Fria, política, guerra nuclear e até mesmo religião. Mas algumas teorias formuladas na deep web alegam que o longa seria uma espécie de propaganda de invasão alienígena, como forma de fazer a população mundial se acostumar com uma possível visita de seres de outro mundo.

Tudo surgiu depois de revelada à informação de que produtor executivo Darryl Zanuck era um grande amigo de Charles Douglas Jackson, um especialista em operações psicológicas do exército americano, que fazia parte de um programa da CIA para disseminar ideias entre a população.

Inclusive, muitos afirmam que Jackson foi quem pediu para que a cena em que Klaatu pousa em Washington fosse a mais realista possível.

5) Demônios do Céu era uma forma de disfarçar as atividades nazistas do ator Errol Flynn

filmes-teorias 6

Errol Flynn era um dos atores mais famosos da chamada Era de Ouro de Hollywood, apesar de ter se envolvido em algumas polêmicas. No entanto, uma biografia lançada em 1980 pelo escritor Charles Higham afirma que ele era simpatizante do regime nazista e que usava sua carreira para informar a Gestapo, a polícia secreta dos nazistas.

Veja também:   Mulher se casa com fantasma de pirata de 300 anos e agora quer divórcio

Uma das teorias lançadas pela biografia é a de que o ator usou sua participação no filme Demônios no Céu para dar informações importantes para o Eixo. Uma prova citada no livro é que o autor insistiu para que o longa fosse gravado em uma base naval dos EUA na Califórnia para ter ideia de como que funcionavam as defesas americanas e repassar a informação para os nazistas.

4) De Olhos Bem Fechados é uma conspiração sobre Illuminati e a Cientologia

filmes-teorias 7

Eis outra teoria envolvendo um dos filmes de Stanley Kubrick. Agora, vamos falar de seu último trabalho, De Olhos Bem Fechados, de 1999. Tom Cruise foi a estrela desse longa que envolve uma sociedade secreta que promovia orgias ritualísticas.

Uma teoria diz que o filme seria contra os Illuminati, por retratar como que a sociedade relacionada a diversas teorias da conspiração funciona. Já outra diz o oposto e seria uma forma de Kubrick promover as atividades do misterioso grupo.

Uma terceira teoria afirma que De Olhos Bem Fechados seria um filme para atacar a Igreja da Cientologia. Além de o filme retratar uma elite com gente rica, foi estrelado por Tom Cruise, um dos membros mais famosos desse culto. E as coincidências não param por aí: Vivian, filha de Kubrick, se juntou ao grupo na época em que o filme era gravado.

Outras evidências reais ajudariam a sustentar essas teorias. Por exemplo, o filme sofreu uma pesada edição da Warner Bros. para diminuir as evidentes críticas aos Illuminati e a Cientologia, e que Stanley Kubrick morreu assassinado por qualquer um dos grupos, que forjaram seu ataque cardíaco fatal.

3) Depois da Terra é um filme a favor da Cientologia

filmes-teorias 8

Depois da Terra é estrelado por Will e Jaden Smith e dirigido por M. Night Shyamalan, e apesar de ter sido muito criticado, há quem diga que o filme é uma propaganda a favor da Cientologia.

Will Smith nunca admitiu, oficialmente, ser seguidor da Cientologia, mas aprendeu mais a respeito da doutrina com o próprio L. Ron Hubbard, fundador do grupo, ainda nos anos 80. Desde então, já fez doações de dinheiro para a igreja e disse que suas doutrinas são “brilhantes e revolucionárias.”

Por exemplo, Depois da Terra explora a supressão do medo para que a raça alienígena do filme não persiga os humanos que sobraram no planeta. É algo semelhante com o que é pregado na Cientologia, que defende a eliminação de sentimentos negativos. O final do longa também envolve um vulcão em erupção, algo também adorado pela doutrina de L. Ron Hubbard, que afirma que o Deus Xenu bombardeou os vulcões do nosso planeta há 75 milhões de anos.

Veja também:   Traída, mulher mata o namorado, cozinha a carne e serve para os colegas de trabalho

A Cientologia, lógico, tratou de negar essas teorias, mas não fez muita diferença mesmo, já que Depois da Terra foi um verdadeiro fiasco.

2) Bruce Lee, Brandon Lee e a máfia chinesa

filmes-teorias 9

O lendário Bruce Lee morreu com apenas 32 anos de idade, quando estava no auge de sua carreira e forma física, o que gerou uma série de teorias da conspiração. Muitos afirmam que ele morreu nas mãos da máfia chinesa, que ficou enfurecida ao ver que ele expôs os segredos de muitas artes marciais em seus filmes, bem como pelo fato de Lee ter trocado a indústria de filmes de Hong Kong por Hollywood. E quando seu filho, Brandon, morreu sob circunstâncias misteriosas e também jovem, mais teorias surgiram por aí.

Brandon Lee morreu durante um acidente enquanto filmava O Corvo, após ser atingido acidentalmente por um disparo em seu abdômen. Mas algumas teorias dizem que tudo foi arquitetado pela máfia chinesa, que teria se infiltrado nas gravações do longa e causado o acidente.

E não para por aí. Pouco antes de morrer, Bruce Lee gravou o filme Jogo da Morte, em que seu personagem, também um ator de artes marciais, sofre uma tentativa de assassinato enquanto gravava um filme. Bem familiar, não?

E por que a máfia chinesa também quis se livrar de Brandon? Dentro dela, qualquer desavença pode durar anos, e os seus membros não gostaram de ver o filho de Bruce seguindo os passos do pai e o viram como uma ameaça.

1) A invasão dos servidores da Sony foi uma maneira de promover o filme A Entrevista

filmes-teorias 10

Em 2014, a Sony se tornou vítima de uma invasão cibernética por conta do lançamento do filme A Entrevista. Diversos dados vazaram, entre informações de empregados, roteiros de filmes que não foram lançados e e-mails embaraçosos, como o do produtor Scott Rudin, em que dizia que a atriz Angelina Jolie era péssima e arrogante.

Mais tarde, o grupo responsável pelo ataque disse que conduziria um ataque contra a Sony se A Entrevista fosse lançado nos cinemas. O filme tem com enredo dois jornalistas que vão até a Coreia do Norte para assassinar o ditador Kim Jong-Un. Muitos acreditaram se tratar de um ataque de hackers norte coreanos. A Sony não teve outra opção a não ser cancelar o lançamento do título.

Mas, claro, muitos afirmaram que toda essa história foi um marketing muito bem elaborado pela Sony como forma de promover o filme. Afinal, o título era relativamente desconhecido até o ocorrido e alguns e-mails vazados de executivos mostraram a preocupação do estúdio com o longa, que era considerado nada engraçado.

É um pouco difícil acreditar nessa história, já que a Sony também não seria louca ao ponto de vazar tantas informações assim. Mas não podemos duvidar de nada.

Fonte: What Culture



Deixe um Comentário

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com