Qual a Maior Estrela do Universo?

10

O universo é gigante e estamos longe de conhecê-lo em sua totalidade. Então a tarefa de dizer qual a maior estrela do universo passa a ser algo impossível, correto? Bem, na verdade não. Mas precisamos refinar essa resposta para que seja a mais clara possível.

Antes de ir direto à resposta, vamos dar uma olhada em nosso próprio Sol para ter uma sensação de escala. A estrela, a qual estamos familiarizados, é um corpo poderoso de 1,4 milhões de quilômetros de diâmetro (870.000 milhas). Para efeitos de comparação, cerca de 3888 vezes o percurso Rio-São Paulo, ou pouco mais de 10 anos e meio realizando essa viagem a cada dia. Isso é um número tão grande que é difícil ter uma noção de escala. O Sol é responsável por 99,9% de toda a matéria no nosso Sistema Solar. Na verdade, a gente poderia encaixar um milhão de planetas Terra dentro do nosso Sol.

Astrônomos usam os termos “raio solar” e “massa solar” para comparar grandes e pequenas estrelas, por isso vamos fazer o mesmo. Um raio solar é 690.000 km (432.000 milhas) e uma massa solar é de 2 x 1030 kg (4,3 x 1030 libras). Isso é 2,000,000,000,000,000,000,000,000,000,000 kg.

Uma enorme e famosa estrela em nossa galáxia é a monstruosa Eta Carinae, localizada a cerca de 7.500 anos-luz de distância, e com um peso de 120 massas solares. É um milhão de vezes mais brilhante que o Sol. A maioria das estrelas explodem com ventos solares, perdendo massa ao longo do tempo. Mas Eta Carinae é tão grande que expele 500 vezes a massa da Terra a cada ano. Com tanta massa perdida, é muito difícil para os astrônomos medirem com precisão onde a estrela termina, e onde o seu vento estelar começa.

Veja também:   Homens amadurecem só depois dos 40 anos, revela estudo

Assim, a melhor resposta que os astrônomos tem, atualmente, é que o raio de Eta Carinae é de 250 vezes o tamanho do Sol. E, com todas as estimativas baseadas em tamanhos estelares, essa é muito precisa. E isso é duas vezes maior do que os astrônomos acreditavam ser possível uma estrela atingir.

E uma nota interessante: Eta Carinae deve explodir em breve como uma das mais espectaculares supernovas que o homem já viu. Mas fique tranquilo, estamos bem longe de qualquer perigo.

Mas acredita-se que a estrela de maior massa no universo seja a R136a1, localizada na Grande Nuvem de Magalhães. Há alguma controvérsia, mas acredita-se que a estrela seja de até 265 vezes a massa do nosso Sol. E este é um enigma para os astrônomos, já que as maiores estrelas, foram teóricamente medidas em cerca de 150 massas solares, formadas no início do Universo, quando as estrelas foram feitas de hidrogênio e hélio que sobraram do Big Bang. A resposta a esta contradição é que R136a1 foi, provavelmente, formada quando várias estrelas de grande massa se mesclaram. Não é necessário dizer que, R136a1 irá detonar como uma hypernova, a qualquer momento.

Em termos de grandes estrelas, vamos olhar para Betelgeuse, a estrela conhecida, localizada no ombro da constelação de Orion. Esta estrela supergigante vermelha tem um raio de 950-1200 vezes o tamanho do Sol, e iria chegar na órbita de Júpiter, se fosse colocado no lugar do nosso Sol.

Mas isso não é nada. Uma das maiores estrelas conhecida é VY Canis Majoris; uma estrela hiper gigante vermelha na constelação de Canis Majoris, localizada a cerca de 5.000 anos-luz da Terra. A professora da Universidade de Minnesota Roberta Humphreys calculou, recentemente, seu tamanho superior em mais de 1.540 vezes o tamanho do Sol.

Veja também:   Mancha vermelha em Júpiter é um furacão gigantesco do tamanho da Terra

Essa é a maior estrela que conhecemos e temos certeza, mas a Via Láctea provavelmente tem dezenas de estrelas que são ainda maiores, obscurecidas pelo gás e poeira por isso não podemos vê-las.

Agora conheça a UY Scuti, com um raio 1.708 vezes maior do que o nosso sol. Localizada cerca de 9.500 anos-luz de distância, esta estrela é a principal candidata a ser a maior estrela conhecida. Em fevereiro de 2015, o astrofísico Jillian Scudder da Universidade de Sussex disse:

Massa e tamanho físico nem sempre se correlacionam para estrelas, especialmente para estrelas gigantes.

Acredita-se que UY Scuti tenha uma massa apenas um pouco mais de 30 vezes a massa do nosso sol. Mas o seu raio é calculado em torno de 1.708 vezes maior do que o raio do sol. Isso faria com que esta estrela tivesse quase oito unidades astronômicas ao todo – que é oito vezes a distância entre a Terra e o sol. Em outras palavras, esta única estrela é tão grande que sua superfície exterior se estenderia além da órbita do planeta Júpiter (que fica cerca de cinco vezes mais longe do Sol do que a Terra). Scudder escreveu:

“Esta estrela é uma de uma classe de estrelas que varia em brilho, pois varia em tamanho, de modo que este número também está sujeito a mudar ao longo do tempo. A margem de erro nesta medida é de cerca de 192 raios solares. É por isso que eu usei ‘possivelmente’ para descrevê-la como uma das maiores estrelas. Se for menor, por 192 raios solares, existem algumas outras candidatas que batem UY Scuti.”

Tamanho de UY Scuti em comparaçõ com o Sol Imagem de Philip Park.
Tamanho de UY Scuti em comparaçõ com o Sol Imagem de Philip Park.

Então em probabilidades, a UY Scuti é a maior estrela conhecida, porém a VY Canis Majoris ainda é a principal escolha dos astrônomos por conta da variação no brilho e da margem de erro de 192 raios solares da UY Scuti.

Veja também:   Como é ter ouvido absoluto e por que isso pode ser perturbador?

Mas vamos ver se podemos trabalhar em cima da pergunta original: qual a maior estrela no universo? Obviamente, é impossível encontrá-la – o universo é um lugar grande, e não há nenhuma maneira de nós podermos vasculhar em cada esquina dele.

Mas de acordo com os teóricos, quão grande essas estrelas podem chegar?

Roberta Humphreys da Universidade de Minnesota, a pesquisadora que calculou o tamanho de VY Canis Majoris, foi confrontada com essa pergunta. Ela observou que as maiores estrelas são as mais legais. Assim, mesmo que Eta Carinae seja a estrela mais luminosa que conhecemos, é extremamente quente – 25.000 Kelvin – e, ainda assim, é somente meros 250 raios solares.

As maiores estrelas serão as supergigantes frias. Por exemplo, VY Canis Majoris tem apenas 3.500 graus Kelvin. Uma grande estrela seria, realmente, ainda mais fria. A 3.000 graus Kelvin, uma supergigante fria seria 2.600 vezes o tamanho do Sol

Que, ela acredita, seria a maior estrela possível.

Finalmente, aqui você vê uma ótima animação que mostra o tamanho de vários objetos no espaço, começando com o nosso pequeno planeta e, finalmente, chegando a VV Cephei A. Eu acho que eles não tinham a nova informação sobre VY Canis Majoris quando fizeram o video.

Fontes: Nasa: Eta Carinae | NASA: What is the biggest star we know?

Discussion10 Comentários

  1. Então as estrelas possuem um limite até onde podem crescer? Qual seria a possibilidade de existir por aí uma super-estrela muito maior do que essas citadas?

    • Não conhecemos o universo inteiro, logo é muito provável que exista sim, porem não temos conhecimento, temos que esperar até 2019 neh :). e o crescimento da estrela é relativo, nem todas seguem o mesmo padrão de crescimento.

  2. Verdadeiramente impressionante, é uma viajem fantastica quando eu leio sobre astronomia. Deus é maior do que eu pensava.

  3. Os Cientistas já calcularam se é possível algum dia o Universo acabar?

    • Até onde ele poderia chegar se ele fosse limitado?

    • E até quando os seres humanos podem chegar a existir? A Terra um dia vai acabar?

    Fica minha pergunta , admiro muito o canal dando intelectualmente os detalhes , numerações e diversos que deixam os assistentes curiosos e ligados em ver cada vez mais

    Continuem assim! Admiro muito o canal de vocês! Bom ensino intelectual a transmitir a nós!

  4. Manoel Bezerra Vital

    Astronomia e ciência adoro! fico triste por que quanto mais sabemos ciência mais fica difícil acreditar em Deus.

Deixe um Comentário

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com