Quantidade de insetos diminui no mundo e isso pode ser grave para todos

0

Para quem tem medo de baratas e outros animais geralmente considerados “asquerosos”, um mundo sem insetos pode ser o paraíso, mas não é bem assim. As populações de insetos estão diminuindo no mundo inteiro e isso é um grande problema para os ecossistemas de todo o mundo, já que esses animais de tamanho geralmente tão pequeno, possuem grande importância.

Segundo uma análise publicada na revista Biological Conservation, um terço das espécies de insetos do mundo todo corre risco de extinção, enquanto 40% está diminuindo drasticamente em taxas que superam em muito o desaparecimento de outros animais como répteis, aves e mamíferos. Em alguns lugares, a quantidade de insetos está caindo 2,5% a cada ano, o que indica que em aproximadamente um século, eles poderão estar extintos.

Os insetos são o grupo mais abundante e variado do reino animal, funcionando como base da cadeia alimentar dos mais variados ecossistemas, além de terem outras funções como polinização e controle de pragas, quando são predadores de outros insetos. Sua diminuição teria um impacto imediato na fauna global e também colocaria em risco a sobrevivência da humanidade.

A taxa de desaparecimento de espécies é tão grande que alguns especialistas consideram que esse é o primeiro passo para a sexta extinção em massa da história da Terra. E acredite, dependendo do rumo e da proporção dessa possível extinção em massa, os humanos também podem ser vítimas.

Cultivando a própria morte

De acordo com a análise, a drástica diminuição na quantidade de insetos a nível mundial é resultado da intensa atividade agrícola, que fica cada vez maior a cada ano. O motivo principal estaria no desmatamento para a produção de vegetais, além do uso de pesticidas e inseticidas cuja potência seria alta demais, não só controlando as pragas das plantações, mas matando os animais em volta.

Veja também:   Por quanto tempo é possível sobreviver sem comida e água?

Outras causas apontadas para o desaparecimento desses animais são o aumento de áreas urbanas, que em geral não são habitáveis por eles e também o aquecimento global, já que a maioria dos insetos tem pouca capacidade de adaptação a novas condições climáticas.



Deixe um Comentário

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com