5 costumes exóticos de povos da África

0

Muitas vezes costumes diferentes aos nossos causam estranheza, principalmente em se tratando de alguns povos tribais da África. Isso é compreensível se levarmos em conta que vivemos em um mundo quase todo influenciado pelas culturas europeias e norte-americanas.

Certas comunidades étnicas, em especial da África, ainda guardam as suas tradições. Elas possuem padrões de comportamento e beleza distintos aos nossos, sendo por vezes consideradas bizarras.

Conheça cinco tribos da África que possuem crenças, padrões e costumes exóticos:

1 – Homens barrigudos

homens-barrigudos-meen

O padrão de beleza para a tribo Me’en (também conhecida como Bodi) é o oposto do nosso, a barriga saliente é considerada um corpo bonito. Os membros da comunidade localizada no Vale Omo, Etiópia, admiram e tem como herói o homem mais barrigudo.

Anualmente, cada família indica um jovem para participar do concurso que elege o mais gordo. O candidato fica isolado por seis meses enquanto recebe uma alimentação especial a fim de deixá-lo rechonchudo. Um dos alimentos especiais inclui dois litros de sangue com leite de vaca.

2 – Mulheres-girafas

mulher-girafa-tribo-ndebele

Houve um tempo em que era comum as mulheres da tribo Ndebele da África do Sul usarem anéis de argolas de cobre e bronze ao redor de seus pescoços. Apesar de o costume ter caído em desuso, algumas tribos africanas ainda preservam essa tradição.

Essas argolas, além de servir como identificador de riqueza e status social, servem para dar a impressão de pescoço esticado deslocando a clavícula e costelas. Esses adereços também são usados com função estética e de beleza.

Atualmente, esses costumes estranhos são preservados pela comunidade da vila de Kayan ou Padaung na Tailândia.

3 – Alargador na boca

alargador-boca-surma

Grandes discos nos lábios da boca das mulheres é símbolo de beleza para os membros da tribo Surma, localizada no lado ocidental do rio Omo, Etiópia. Os “piercings” ovais de madeira ou argila na boca indicam o dote que a família da moça pode exigir por ela.

As mulheres da tribo, quando atingem a puberdade, colocam o adereço em um ritual, na qual dois dentes frontais são removidos e é feito um corte nos lábios inferiores. E, assim como é comum com os alargadores nas orelhas, começam a alargar os lábios.

5 – Lixo transformado em acessório

lixo-transformado-acessorio-daasanach

O Daasanach é um grupo étnico seminômade espalhado pela Etiópia, Quênia e Sudão que utiliza objetos descartados para se enfeitarem.

Os acessórios de cabeça das mulheres são elaborados com peças consideradas lixo, como tampas de garrafas, pedaços de metal, presilhas e pulseiras de relógios. Um bom exemplo de sustentabilidade.

Outra curiosidade da tribo é que tantos os homens quanto as mulheres são circuncidados.

6 – Cicatriz como símbolo de beleza

escarificacao-nuer

Muitas tribos africanas, como os Nuer, realizam a escarificação como símbolo de beleza, poder e força.

Um pequeno pedaço da pele é puxado com um espinho e depois cortado com uma lâmina a fim de formar uma cicatriz. Em alguns momentos a ferida ainda é agravada com cinzas.

São realizados vários cortes objetivando formar desenhos com as cicatrizes. A escarificação é realizada em várias partes do corpo, como rostos, braços e peitos.

Deixe um Comentário

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com