Arqueólogos terão que enterrar descoberta no México; entenda

0

Arqueólogos são conhecidos por “desenterrar coisas do passado, mas no México, eles terão que enterrar uma importante descoberta recente.

Nas ruínas da antiga capital azteca de Tenochtitlan, atual Cidade do México, foram descobertos túneis que datam da época dos Conquistadores espanhóis, construídos para ajudar a evitar enchentes na cidade, que foi construída em um lago de água salobra.

O sistema contra enchentes é chamado de Albarradón de Ecatepec e fica localizado logo abaixo da atual Cidade do México. Ele era inicialmente um sistema de túneis construído pelos astecas, mas que foi destruído durante a invasão pelos espanhóis.

Após grandes enchentes ao longo do século XVI, os invasores europeus resolveram reconstruir os túneis, percebendo que destruí-los tinha sido uma má ideia.

Em 2019 foi descoberto um dos vários túneis, com quase 8,5 metros de comprimento. O trecho chama a atenção por contar com arquitetura espanhola, no entanto, glifos na parede indicam a presença de trabalhadores de origem indígena em sua construção.

Ao todo, são 11 símbolos que incluem sinais de guerra e outros usados pelos antigos astecas.

A ideia é que este túnel, que é apenas uma pequena parte do gigantesco Albarradón de Ecatepec, que possui mais de 4 quilômetros de extensão ao todo, fosse aberto ao público para visitação. No entanto, isso não só não vai acontecer, como o local vai ter que ser enterrado novamente, em algo inusitado para a arqueologia.

Enterrando o passado no México

Apesar de todas as tentativas de transformar a nova descoberta em mais um polo turístico da Cidade do México, que já é famosa pelas antigas ruínas de Tenochtitlan, o túnel do Albarradón de Ecatepec vai ter que ser enterrado.

Isso acontecerá por vários motivos, que vão desde a possibilidade de ele ser vandalizado, até questões econômicas, ligadas à pandemia de Covid-19.

Os cientistas estudam agora utilizar uma terra especial e um tipo de cimento que ajude a preservar o túnel para que, um dia, quem sabe, ele possa ser novamente escavado, redescoberto e exibido ao público.

Antes de ser a capital do México e a capital de uma colônia espanhola, o local foi também capital de um grande império indígena e segredos como esses não faltam debaixo das construções atuais.



Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com