Cientistas podem ter encontrado estrela ‘irmã gêmea’ do Sol

0

Há tempos acredita-se que o nosso Sol possuía originalmente uma estrela irmã gêmea, formando o que seria inicialmente um sistema binário. Cientistas podem ter finalmente encontrado essa outra estrela que foi gerada aproximadamente ao mesmo tempo e da mesma poeira que deu origem ao Sol.

Estrelas se formam em enormes nuvens de poeira e sabe-se que pelo menos inicialmente, 85% delas funciona em sistemas binários, com duas estrelas orbitando entre si. Em alguns casos, sistemas podem funcionar com até 3 ou 4 estrelas. Isso aumenta a possibilidade de que o Sol tenha uma irmã gêmea que foi se afastando com o tempo.

Ao longo do tempo, várias candidatas ao posto de irmã do Sol surgiram, mas o Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço de Portugal parece ter identificado a mais provável até hoje. Localizada a 184 anos-luz de distância, a estrela HD186302 guarda o maior número de semelhanças já observadas até hoje com o Sol. Elas são idênticas em temperatura, massa e características químicas, embora o Sol seja um pouco menor em circunferência.

Outra semelhança importante para determinar o parentesco entre as duas estrelas é a idade, ambas girando em torno dos 4,5 bilhões de anos. A descoberta pode ajudar a entender a formação do Sistema Solar e consequentemente do planeta Terra, além de abrir uma pequena brecha para imaginarmos que pode haver um irmão gêmeo do nosso planeta orbitando essa estrela, possivelmente até com vida.

Ponto fora da curva

Embora a ideia de um segundo Sol seja estranha a princípio, o mais improvável é o fato de que essa estrela gêmea não exista. Na verdade, o Sistema Solar é cheio de particularidades que o tornam um tanto quanto raro e a ausência de uma segunda estrela no sistema é um desses itens.

Veja também:   Primeiro dinossauro predador do interior paulista é identificado

Outra coisa incomum no Sistema Solar é a ausência de uma “super Terra”. Planetas rochosos de tamanho muito maior do que o nosso são o tipo mais comum no universo, pelo que tem sido observado nos últimos anos. No entanto, não existe planeta desse tipo nas redondezas.



Deixe um Comentário

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com