Coreia do Norte ameaça atacar território americano após ameaça de Trump

0

A Coreia do Norte afirmou, na manhã desta quarta-feira (9), que está estudando “cuidadosamente” a possibilidade de realizar um ataque com mísseis sobre o território dos Estados Unidos de Guam, no Oceano Pacífico.

O anúncio foi feito como reação à afirmação do presidente Donald Trump que, mais cedo, afirmou que os Estados Unidos responderiam com “fogo e fúria” a qualquer ameaça.

A afirmação de Pyongang foi divulgada por agências internacionais e teria sido difundida por meio da Agência Estatal de notícias do governo norte-coreano. Segundo um comunicado divulgado pela agência, o plano de ataque contra Guam pode ser executado “a qualquer momento”, e que um ataque só depende da ordem do líder do regime, Kim Jong Un.

A agência estatal também afirmou que pode realizar um ataque preventivo caso os Estados Unidos mantenham o tom provocativo. Além disso, agências de notícias da Coreia do Sul informaram que o regime norte-coreano poderia lançar misseis nas proximidades de base militares dos Estados Unidos em Guam.

No fim de semana as Nações Unidas aprovaram sanções contra a Coreia do Norte e além disso, os Estados Unidos fizeram mais manobras na região recentemente, assim como testes de misseis balísticos.

Com o tom provocativo de Donald Trump de hoje, a Coreia ameaçou e disse que os exercícios militares e a postura do governo norte-americano poderia “provocar um grave conflito”.

  Homem passa por transformação incrível após 500 dias sem álcool

‘Fogo e fúria’

A Coreia do Norte tomou tal atitude após Donald Trump ter dito que poderia responder às suas ameaças com “um fogo e uma fúria nunca vistos no mundo”. Na ocasião, havia sido divulgado um relatório da Agência de Inteligência de Defesa dos EUA pelo jornal The Washington Post segundo o qual que Pyongyang fabricou uma ogiva nuclear reduzida que pode ser colocada em um dos seus mísseis balísticos.

“É melhor que a Coreia do Norte não faça mais ameaças aos Estados Unidos. Encontrarão (como resposta) um fogo e uma fúria nunca vistos no mundo”, disse Trump em declarações a jornalistas em Nova Jersey.

O que diz o relatório

O relatório da Agência de Inteligência de Defesa dos Estados Unidos aponta que a Coreia do Norte conseguiu produzir uma ogiva nuclear pequena o suficiente para ser instalada em um de seus mísseis balísticos.

A descoberta foi incluída em uma análise confidencial realizada em julho pela DIA e foi revelada pouco depois de as agências de inteligência americanas terem elevado suas estimativas sobre o número de armas nucleares de Pyongyang para 60.

“A comunidade de inteligência avalia que a Coreia do Norte produziu armas nucleares para envio mediante mísseis balísticos que incluem a categoria de mísseis intercontinentais”, indica o documento obtido pelo Washington Post.

O que é Guam

Guam é um território organizado não incorporado norte-americano na Micronésia, no oeste do Oceano Pacífico. A ilha foi controlada pela Espanha até 1898, passando para o domínio dos Estados Unidos após o Tratado de Paris na sequência da Guerra Hispano-Americana.

  As enigmáticas esferas de pedra da Costa Rica

Com 541 quilômetros quadrados, Guam tem uma população de aproximadamente 178 mil pessoas. As instalações norte-americanas na ilha estão entre as bases dos Estados Unidos de maior importância estratégica no Pacífico Ocidental. As informações são da Agência Brasil.

Deixe um Comentário

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com