Fisiculturista é preso por matar os pais após briga por causa de um cachorro

0

Um homem confessou ter matado os próprios pais após uma discussão por não levar o cachorro da família para passear. O rapaz, que foi preso em seguida, alega ter sido chamado de “fracassado” pelo pai.

Conforme o jornal Daily Star, o pai já havia criticado o homem anteriormente por ter dormido em frente ao computador e não realizar organizar a casa, além de não levar o cachorro para passear.

Residente do norte da Itália, Benno Neumair morava em Bolzano com a mãe, Laura Perselli, de 63 anos, e o pai, Peter Neumair, de 68 anos. Atuava como professor de matemática em uma escola de língua alemã e demonstrava grande amor por sua vida saudável nas redes sociais, se denominando até mesmo como um atleta de fisiculturismo.

Benno foi preso no dia 29 de janeiro e em depoimento à policia confessou ter estrangulado o pai com uma das cordas que utiliza para atividade física, a fim de cala-lo após o idoso afirmar que ele era um fracassado.

De acordo com a polícia, Benno disse que pegou a primeira corda de escalada que encontrou na bandeja de plástico em que estavam as suas ferramentas. “Nós estávamos no corredor e caímos juntos no chão. Eu só lembro de ter apertado com bastante força”, afirmou o rapaz.

Além disso, o fisiculturista alegou que aguardava sua mãe retornar para casa, após o primeiro assassinato, para também a matar com a mesma corda.

Benno também confessou que jogou os corpos dos pais de uma ponte sobre o rio Adige. Somente o corpo de Laura foi encontrado, com sinais de estrangulamento, o paradeiro de Peter ainda é desconhecido, mesmo após mais de dois meses de crime.

Benno foi indiciado por duplo homicídio doloso e ocultação de cadáver, e os promotores de justiça da Itália aguardam uma avaliação psiquiátrica do homem.



Deixe um Comentário

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com