Polícia encontra mais de 3 mil ossos enterrados no quintal de assassino canibal

0

A polícia mexicana encontrou, no último sábado (12), aproximadamente 3.787 pedaços de ossos humanos enterrados na residência de um assassino, no município de Atizapan. Os fragmentos possivelmente pertencem a cerca de 17 vítimas.

Conforme informações da agência Associated Press, o rapaz está sendo acusado por assassinato em série e as investigações suspeitam de canibalismo.

A equipe encontrou também sapatos de mulheres, maquiagens, oito aparelhos celulares, lista com nomes e gravações audiovisuais que podem conter imagens das vítimas. Os peritos atuam escavando a residência desde o dia 17 de maio.

Dentre as buscas, foram identificados documentos de mulheres dadas como desaparecidas há anos. Ainda não há informações de que o assassino cometia crimes contra homens, levando a crer em um quadro de feminicídio.

A polícia local acredita que em breve descobrirão mais informações sobre as mortes, mas já declaram que, possivelmente, as vítimas foram assassinadas durante algum tipo de ritual de canibalismo.

Segundo o portal do UOL, as autoridades ainda não conseguiram investigar a casa inteira do suspeito e nem possui uma estimativa do total de vítimas que ele possa ter lesado durante os anos.

Descrição do assassino

O homem tem 72 anos, é aposentado, mas atuava como açougueiro e já foi condenado anteriormente pelo assassinato da esposa de um policial em serviço – durante o tribunal do caso, ele não negou as acusações e alegou arrancar a pele facial da moça pois a achava “muito bonita”.

O criminoso está sendo conhecido no estado do México como o “Monstro de Atizapan”, em referência ao município onde foram localizados os restos mortais e os objetos alheios.



Deixe um Comentário

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com