Homem tem morte comprovada por teste de DNA e volta para casa vivo

0

Um homem no Cazaquistão foi declarado morto, com teste de DNA e tudo. Acontece que dois meses depois, ele simplesmente apareceu mais vivo do que nunca, para a felicidade e o susto da família, que havia chorado sua morte pouco tempo antes. Esse é um dos raros casos onde o teste de DNA foi um completo fracasso, além de um gasto totalmente desnecessário.

Aigali Supugaliev, de 63 anos de idade, é um dos habitantes do pequeno vilarejo de Tomarly, no Cazaquistão. O homem desapareceu sem deixar notícias e pouco tempo depois, um corpo foi encontrado nas proximidades do vilarejo. Devido ao processo de decomposição já avançado, foi necessária a realização de um teste de DNA, para comprovar que o corpo realmente pertencia ao homem, algo que era bastante provável.

Com uma probabilidade de acerto de 99,29%, o teste de DNA provou que o corpo era mesmo de Supugaliev. Os procedimentos burocráticos foram feitos, o funeral foi conduzido e a família chorou a morte do homem, que desapareceu de forma tão misteriosa. Passados dois meses do enterro, a família teve uma grande e assustadora surpresa.

O retorno

Era um dia comum quando a sobrinha de Supugaliev levou um grande susto. Seu tio entrou em casa, vivo, como se nada tivesse acontecido. E não aconteceu mesmo: passado o susto, ele explicou que arrumou um emprego temporário em uma fazenda na região e achou que não seria necessário avisar a família.

A família, aliviada, está entrando com uma ação na justiça contra o laboratório responsável pelo teste de DNA, cujos custos foram pagos pelos parentes do suposto morto. As autoridades investigam também quem foi enterrado no lugar de Supugaliev, já que alguém provavelmente está procurando por ele. Enquanto isso, o homem que não morreu segue sua vida normalmente, buscando regularizar seus documentos, já que havia sido dado como morto.

Veja também:   Meteorito de US$ 100 mil é usado como peso de porta há 80 anos



Deixe um Comentário

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com