Os 10 casos de crianças em histeria coletiva mais bizarros da história

0

2) Os anjos negros de Lille

anjos-negros-de-lille

No século XVII, as pessoas achavam que havia uma bruxa a cada esquina, provavelmente por isso as crianças de uma escola piraram quando uma professora começou a contar-lhes histórias realmente insanas. Tudo aconteceu num colégio só de meninas em Lille, na França, e a professora era Antoinette Bourignon, que, ao que tudo indica, sofria de transtornos mentais – afinal, ela acreditava ter sido mencionada no Livro do Apocalipse.

Antoinette assustava suas alunas dizendo que “pequenos anjos negros” dançavam em torno de suas cabeças, até o dia que uma das crianças surtou e fugiu. Quando foi encontrada, ela dizia que era uma bruxa e logo outras meninas começaram a se comportar de forma estranha e um total de 50 meninas afirmaram que faziam parte de um culto a Satanás, que podiam atravessar buracos de fechadura, voar em vassouras e que tinham o hábito de canibalizar bebês. O povo da cidade queria queimar todas na fogueira, mas felizmente eles chegaram a conclusão de que a culpa era toda de Antoinette Bourignon, que se disfarçou de homem e fugiu pra um convento na Prússia, onde se tornou uma influente escritora religiosa, ganhando seguidores em países como França e Escócia – meritocracia pura.

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11
Pages ( 3 of 11 ): « Previous12 3 45 ... 11Next »

Deixe um Comentário

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com